De trem pelos Bálcãs: viagem pelo sudeste europeu – Istambul, Belgrado, Sófia, Zagreb, Liubliana

Dando sequência às matérias sobre mochilão de trem pela Europa – veja também viagens de trem pela Espanha e França e também viajando de trem pela Itália – para quem usa os passes Eurail (veja outros links no fim da página), agora é a vez da região dos Bálcãs, no sudeste europeu. É a vez de países como Turquia, Sérvia, Croácia, Bulgária e Eslovênia.

De Istambul – que virou hit desde 2010 quando foi eleita a Capital da Cultura – passando por Belgrado com seus vários festivais, e a linda Liubliana, a região é bem menos explorada turisticamente que o sul ou o leste da Europa.

Para tornar a viagem ainda mais atraente, saiba que os custos são muito menores, especialmente quanto à hospedagem. Albergues na Europa, em sua zona oriental, começam com menos de R$ 10 a diária!

 

Itinerário: Istambul / Belgrado / Sófia / Zagreb / Liubliana. Dica: vale sim usar o trem noturno (onde você paga um extra por uma cabine para dormir), mas o cenário do outro lado da janela é tão lindo, ao longo do rio Sava e pelas montanhas eslovenas, que passeios durante o dia vão enriquecer ainda mais sua viagem.

 

Nossa viagem começa em…

 

Istambul

O que fazer: Nomeada Capital da Cultura 2010, Istambul é daquelas cidades obrigatórias para visitar. Quinta maior cidade do mundo e a maior da Turquia (mas não a capital, como muitos pensam – é Ancara), Istambul é totalmente convidativa, para todos os orçamentos, dos super clubes ao longo do Bósforo até a infinidade de kebabs, pães e outras delícias turcas. Você não pode perder o Grande Bazaar, um dos maiores e mais antigos mercados cobertos do mundo, com sua variedade de temperos, ervas e especiarias, além de antiguidades e badulaques interessantes. Um banho turco (literalmente) será uma experiência única e vai acalmar os sentidos antes de voltar para o trem. Outra alternativa é o clássico narguilé (ou shisha ou hookah) em qualquer bom café da cidade, com suas variadas essências de frutas. Aliás, nesta parte do mundo, você vai poder observar uma variedade de culturas e estilos andando juntos: da Hagia Sophia, uma igreja bizantina que foi depois adaptada pelos otomanos, que adicionaram um mihrab e minaretes à sua nova mesquita. É hoje um belíssimo museu, que também merece uma visita.

Hostels – Istambul: O grande charme do Agora Guesthouse é o bar no terraço, onde você vai tomar uma bebida boa e barata e com uma vista incrível do Bósforo. O albergue fica perto da estação e dos principais pontos turísticos. Quartos privativos e dormitórios a partir de R$ 32.

Partida: Istambul (estação Sirkeci) – sugestão do trem das 22h, com €11 extras por um cabine com cama para dormir.

Chegada: Sófia (estação central): 10h35

Duração: 12,5 horas

 

Sófia

O que fazer: a capital da Bulgária é conhecida por seus bares e clubes sensacionais, além de ter maravilhas arquitetônicas tão diversas como ruínas romanas, igrejas bizantinas e mesquitas. A Igreja-Memorial Aleksandar Nevski é particularmente interessante, especialmente se você visitar durante um dos rituais diários, com aroma dos insensos e os cânticos intrigantes. Dá pra escalar ou só fazer um piquenique no Maciço Vitosha; jogar uma partida de xadrez com os habitantes locais no Gradska Gradina (ou o Jardim da Cidade), onde fica o lindo Teatro Nacional Ivan Vazov; ou mesmo caminhar até se peder no incrivelmente selvagem Parque Yuzhen. Que tal uma curiosa performance de marionetes no Kuklen Teatar? O repertório costuma agradar tanto crianças quanto adultos, com encenações de Hans Christian Andersen, Tolstoy, Irmãos Grimm e Molière que vão da pantomima ao grotesco e cômico. Com seu sugestivo nome, Alcohol (Georgi S. Rakovski 127) é um dos hits da noite de Sófia, com uma pista de dança subterrânea das mais animadas. Há também uma área de chill out, ideal para relaxar em um dos divãs orientais enquanto fuma um narguilé. Você não vai precisar de mais de um ou dois dias nessa vibrante cidade, mas a gente recomenda que você também explore a região do campo ao redor, incluindo a zona montanhosa, que são uma boa pedida para os aventureiros a fim de uma escalada.

Hostels – Sófia: Pegue um táxi (€3) na estação de trem até o Hostel Mostel. Nas resenhas, você vai ver os comentários entusiasmados sobre a equipe super atenciosa e o monte de coisas grátis no albergue, incluindo internet, café-da-manhã e jantar (massa e uma cerveja!). E com sua chave-cartão pessoal, você poderá entrar e sair quando quiser. Quartos privativos e dormitórios a partir de R$ 16!

Perto de Sófia: Viaje para o leste em meio às montanhas ao redor de Plovdiv [2,5 horas de viagem], uma bela cidade antiga, com suas ruas de pedras e inúmeras ruínas romanas para você visitar, incluindo um maravilhoso anfiteatro bem no centro. É a capital cultural da Bulgária, com um monte de galerias e museus bacanas, muitos instalados nas diversas igrejas e antigos casarões comerciais, e 200 deles classificados como monumentos culturais pela UNESCO. A pequena cidade (300 mil habitantes) é mergulhada em história e folclore que, por sinal, estão desparecendo rapidamente naquela região e, por enquanto, estão um pouco longe das rotas turísticas. Economize e fique em um hostel em Plovdiv, como no belo e iluminado Hostel Plovdiv Guest, com diárias a partir de R$ 23.

Partida: Sófia – 12h25 (dia) ou 20h10 (pernoite)

Chegada: Belgrado – 19h47 ou 03h53

Duração: 7,5-8,5 horas

 

Belgrado

O que fazer: Um passeio (baratinho) no bonde n° 2 é uma boa maneira de se apresentar à capital da Sérvia, ou esticar as pernas no Parque Kalemegdan com uma caminhada morro acima para vistas absolutamente fantástica de Belgrado e do Rio Danúbio. Vai ser raro você se encontrar em meio a alguma daquelas armadilhas turísticas por aqui – as atrações, atividades e cafés costumam atrair tanto visitantes quanto os locais. O charme de Belgrado pode não ser comparável a Praga ou Budapeste, por exemplo, mas a cidade ganha pontos com sua badalação noturna – e livre daquelas festas de aniversário ou despedidas de solteiro que incomodam. No pub Ana 4 Pistols (Kosovska 35), DJs tocam até 3 da manhã e vai dar gosto ficar até mais tarde, pagando algo como €1,80 por uma cerveja ou €3 por um coquetel. Os sérvios adoram uma boa festa! Alguns dos lugares mais legais para badalar na cidade são em plena água, sobre as estruturas flutuantes chamadas splavovi, instaladas nos Rios Danúbio e Sava. Dá pra fazer festa também em uma fortaleza ou numa caverna subterrânea, onde a música varia do folk cigano ao techno mais potente. Experimente uma noite no novo centro de artes Omladine; ou no Lucas, um barco de 3 andares. Os casais vão gostar da área de Skadarska, o equivalente da bela Montmartre francesa, com suas ruazinhas de pedra e restaurantes românticos. Você vai encontrar diversos cafés por lá, e não dá pra deixar de provar o rakia (ou rakija), uma espécie de conhaque local (bem forte). Já o popular kafana é o lugar perfeito para comer bastante e barato, e tem vários espalhados pela cidade.

Hostels – Belgrado: O estiloso e aconchegante Hostelche Hostel tem bela decoração, uma cozinha self-service e uma área de lounge. Eles oferecem ainda um city tour grátis. O albergue fica a 15 minutos da estação e 5 minutos do Danúbio, onde se concentra o melhor da vida noturna de Belgrado. Quartos privativos e dormitórios a partir de R$ 40.

Partida: Belgrado – 5 trens diários. O “sleeper” (com pernoite) sai às 21h40.

Chegada: Zagreb (Glavni Kolodvor) – o sleeper chega às 04h53

Duração: 7 horas e 20 minutos

 

Zagreb

O que fazer: a capital da Croácia é uma cidade daquelas compactas, ideal para explorar a pé. Inaugurado recentemente, o Centro Autônomo para Cultura “Medika” ocupa uma antiga fábrica médica e tornou-se a primeira “okupa” (ou “squat” em inglês) legalizada de Zagreb – áreas inabitadas que são ocupadas para fins sociais – e sedia diversos eventos artísticos como workshops, mercados de antiguidades, peças de teatro e filmes. Há boates, festas e shows acontecendo, com bebidas baratas. A apenas 100 metros da estação de trem, está o Bacchus Jazz Bar com sua coleção vintage de gramofones, tevês e minaturas de carros. É o lugar perfeito para sentar e esperar o horário do trem ou, ainda melhor, assistir a um show ao vivo de jazz (quarta e sábados) enquanto toma um rakija com sabor de pera ou cereja. Os moradores amam ficar ao ar livre, faça chuva, sol, vento ou neve. Então siga o exemplo e rume ao Parque Maksimir ou Lago Jarun para nadar, velejar ou, porque não, dançar num dos clubes à beira do lago. Você também pode chegar até o Monte Medvednica de bonde, para ter algumas das melhores vistas da cidade.

Hostels – Zagreb: a apenas 10 minutos da estação, o City Centre Hostel fica em uma bela rua arborizada repleta de bares, galerias e lojas. Quartos privativos e dormitórios a partir de R$ 16.

Perto de Zagreb: Pegue um ônibus de Autobusni Kolodvor em Zagreb para uma viagem de 2-3 horas até os Lagos Plitvice, possivelmente um dos parques naturais mais lindos do mundo e protegido pela Unesco. Lagos deslubrantes com cascatas e cachoeiras, tudo rodeado por belas florestas. Só não vai dar pra nadar por lá (é proibido), mas tudo pela natureza! Paga-se cerca de €10 pela escursão, mas é realmente imperdível! Aproveite e passe a noite numa pousada em Plitvice, com diárias a partir de R$ 30.

Partida: Zagreb – 11 trens diários

Chegada: Liubliana (ou Ljubljana)

Duração: 2 horas e 20 minutos

 

Liubliana

O que fazer: Na capital da Eslovênia, o Castelo realmente merece duas visitas: uma durante o dia e outra, voltando pela estrada funicular, ao anoitecer, para ver a linda visão panorâmica dos Alpes Julianos. A Cidade Antiga, no lado direito do Rio Liublianica, é onde a “ação” se concentra e onde Jože Plečnik deixou seu legado de lindos casarões e pontes. A Praça Prešeren é o ponto central da cidade. De lá, siga a leste do rio para conhecer a famosa Zmajski Most (ou Ponte Dragão). O mercado Trznica fica do outro lado do Liublianica e o ponto perfeito para provar os queijos, pães e frios locais. Não é bem uma cidade “da moda” ou focada nos consumistas, mas difícil resistir à uma visita na época do Natal, quando os mercados se enchem de luzes e aquele vinho quente torna-se uma tentação. Perdeu as marionetes em Sófia? Experimente o teatro Lutkovno Gledališče, também bastante popular e com belíssimos ambientes. Aproveite a paisagem plana da cidade e o sistema favorável ao ciclismo, com duas horas de aluguel gratuito das bicicletas (procure o escritório de turismo da cidade). A Čajna Hiša (Stari trg 3 Bijou) é uma simpática casa de chás que os locais adoram. Por menos de €5 você vai provar deliciosos sanduíches, bolos e uma variedade de chás do mundo todo. Algumas das barcas ao longo do rio, na área chamada Spica, são na verdade, bares. Eles servem bebidas simples para você saborear sentado nos banquinhos à beira da água. Se bater a fome, vale experimentar o ćevapi balcã (ou ćevapčići), um tipo de kebab com carne moída, cebolas e relish servidos com o pão local (lepinja) – uma delícia.

Hostels – Liubliana: Instalado em uma antiga prisão, as celas no Hostel Celica foram transformadas em quartos super confortáveis e estilosos. Fica a apenas 5 minutos da estação. O albergue ainda sedia exposições, workshops, saraus e música ao vivo. Há ainda café-da-manhã gratuito, city tours guiados e um bar e restaurante próprios, com variedade de coqueteis, lanches e, claro, narguilés. Quartos privativos e dormitórios a partir de R$ 24.

 

Continuando sua viagem de Liubliana…

 

Liubliana – Munique [6,5 horas]: o lar da Oktoberfest, com seus lindos museus, igrejas e palácios – além de uma das melhores cervejas do mundo, é uma boa dica de parada na Alemanha.

Liubliana – Viena [6 horas, com 1 troca]: a capital da Áustria conta com uma arquitetura barroca grandiosa e um cenário artístico contemporâneo como poucos.

Liubliana – Veneza [4,5 horas]: leia mais sobre Veneza e outros passeios pela Itália.

Liubliana – Opatija [2,5 horas]: bela cidade costeira com algumas das mais espetaculares vistas da Croácia; perfeito para encerrar sua viagem com uns dias à beira-mar.

 

Gostou? Leia também:

 

 

Um agradecimento especial pelas fotos do flickr para Eurail, zoutedropmarko8904h-angele, Rochester Scouser e Nigel´s Europe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *