O que é um hostel?

Um dia, o termo albergue já foi sinônimo de lugar para hospedar desabrigados, necessistados ou incapazes. Também já foi-se o tempo em que “ficar em albergue” significava dormir empilhado em um quarto com 30 camas, sujo, desorganizado e longe dos pontos turísticos. A realidade, porém, é outram e o termo hostel substitui o termo. E HostelBookers é a prova de que é possível sim ter uma estadia confortável em qualquer lugar do mundo.

História

Foi o professor alemão Richard Schirrmann que iniciou o movimento alberguista, no início do século 20. Adepto das saídas de campo e passeios ao ar livre, ele acompanhava estudantes a idas ao interior da cidade e deparava-se com a falta de opções de estadia para os jovens. Foi em 1912 quando ele inaugurou o primeiro albergue da juventude (ou “youth hostel”), no recém reconstruído Castelo de Altena.

Por que hostel?

Os termos “juventude” e “albergue/hostel” já não são necessariamente interligados. Na verdade, uma recente pesquisa entre os clientes HostelBookers revelou que 41% tem mais de 30 anos… então o público-alvo já não são mais times de futebol de colégio ou adolescentes comemorando o aniversário de 18 anos.

Os hostels são baratos porque utilizam espaços compartilhados. Entretanto, não é obrigatório usar tudo em comunidade. A maioria dos albergues oferece quartos privativos, com banheiro próprio, para que você tenha independência e privacidade.

Para alguns viajantes, também é complicado pagar 3 refeições por dia na rua, então as cozinhas bem equipadas tornam-se úteis para guardar e preparar sua própria comida.

Áreas de lounge e salas de jogos com TV, DVDs e livros são uma boa opção para relaxar depois de um longo dia de passeios turísticos. Então por que não passar uma noite “em casa” e poupar um dinheirinho para a festa da noite seguinte? É bem provável que você encontre outros viajantes legais e, em meio a uma boa conversa, troquem dicas e experiências preciosas – aquelas que os guias de viagem não costumam mostrar – e até arranjar parceiros para os próximos passeios e baladas.

Os dias de hoje

O viajante moderno espera um serviço justo pelo seu investimento: sujeira, bagunça e desonestidade não são aceitáveis nem no mais barato dos estabelecimentos. Os hostels têm que manter sua reputação e oferecer o básico, caso contrário, no dia seguinte, críticas negativas estarão tomando conta de blogs, fóruns e nas redes sociais.

Com cada vez mais concorrência, as proporiedades estão oferecendo mais e melhores serviços e instalações, como acesso a WiFi, terminais de computador, jogos, café da manhã gratuito e passeios pela cidade.

Então, quando programarar férias com um orçamento econômico, não precisa pensar em uma simples cama para dormir. Procurando bem, você pode encontrar muita comodidade, por vezes luxo e, com certeza, uma experiência inesquecível.

Em busca de… muito estilo

A maioria dos bons hostels de hoje investem para ser modernos e originais. Uma decoração diferente, atenção aos detalhes e um conforto quase caseiro são sempre bons diferenciais. A bela decoração em madeira escura e mobiliário em estilo escandinavo fazem do Oops Hostel em Paris uma opção chique para o viajante mais exigente. Um país que realmente corre na frente quanto a férias estilosas é Portugal. Com uma requintada e impessionante decoração contemporânea, quando tiver a chance, não deixe de conhecer em Lisboa os albergues Lisbon Calling e Lisbon Lounge.

Em busca de… boa localização

Hospedagem barata também não significa ficar no fim do mundo, longe de tudo. Muitas propriedades estão bem no coração das cidades, perto das atrações turísticas e da vida noturna. Urbany Hostel em Barcelona tem uma localização central na cidade. Está a 10 minutos da praia e dos pontos turísticos, além de ter belas vistas do terraço. Talvez você prefira uma casa na árvore na Turquia ou um pedaço do paraíso em uma ilha deserta nas Ilhas Cook, com o Backpackers International Hostel e seu imbatível pôr-do-sol, areia e mar.

Em busca de… romantismo

Sim, existe algo como um hostel romântico. Em Marrakech você pode procurar por um lugar para relaxar, um oásis para fugir da loucura dos souks e saborear um refrescante chá de menta. Pois o Equity Point Marrakech vai superar qualquer expectativa: um mobiliário refinadíssimo, pátio azulejado, terraço e até uma fonte! Outro exemplo é Buenos Aires, com o Art Factory e seu bar chique e badalado. A decoração artística combina perfeitamente com a suíte privativa que, provavelmente, você vai querer.

Em busca de… consciência ecológica

Com os viajantes também cada vez mais conscientes da emissão de gás carbônico e outras questões ecológicas, os locais de acomodação econômica também estão fazendo a sua parte para salvar o planeta. Em pleno Havaí, o Hedonisia Eco-Hostel honra o título. Toda a energia é provida por uma planta geotérmica que usa líquidos quentes do subsolo para operar os geradores. Também tem um programa completo de reciclagem e um curioso “banheiro com vista pra o jardim” onde um bidê incentiva o uso limitado de papel higiênico. Menos “alternativo”, o Can Sala, em Girona, na Espanha, denomina-se totalmente auto-sustentável com diversos projetos de permacultura, incluindo em sistemas de água e na agricultura. Lá também tem uma piscina. Natural, obviamente.

Em busca de…mimos

Bata o pé por bons serviços. Os hostels normalmente oferecem toalhas e roupas de cama gratuitas, e até WiFi, além de eventos como churrascos e bebidas com desconto no bar. Para as meninas que querem um pouco mais de mimo, o BASE Auckland, na Nova Zelândia, oferece travesseiros fofinhos, uma taça de champanhe cortesia e até chapinha de cabelo! Em Florença, uma longa lista de “comodidades” espera o visitante no Plus Florence, tais como uma academia, piscina, banho turco e um terraço com vista panorâmica.

Em busca de… algo diferente

Viajar sempre combina com aventura. Então que tal radicalizar um pouco e dormir num avião? Ou quase isso. Em Estocolmo, capital da Suécia, vale conhecer o Jumbo Stay, uma aeronave convertida e instalada no aeroporto de Arlanda. Até a cabine do piloto foi transformada em uma luxuosa suíte de casal. Ou então passar a noite em um castelo. O Carbisdale Castle na Escócia, desfruta de uma localização única no topo de uma montanha, com vistas impressionantes sobre o rio Kyle. Sem falar na galeria de fantástica esculturas em mármore.

 

Gostou? Leia também: Albergues – Separando fato da ficção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + catorze =